Um lugar que chamarei de lar

Ilustração não identificada após pesquisa no Bing


Bonjour, ça va?
Estava olhando a lista dos blogs que eu sigo, nessa semana, quando percebi a coincidência de dois deles (queridíssimos para mim) tratarem do mesmo tema: o ambiente ideal para chamarmos de lar. Esse tema me chamou a atenção de tal maneira que decidi aborda-lo aqui também. Qual ambiente eu sonho como ideal para instalar o meu lar?
Bem, comecemos então.
A minha casa seria térrea e formada em sua maior parte por vidros grandes. Adoro a sensação do sol se levantando pela manhã e banhando o chão de madeira aos poucos. Quando era pequena, gostava de brincar de acampamento dentro do nosso apartamento e, às vezes, quando a cortina estava para lavar, a janela ficava vazia e trazia a luz da manhã para a sala aonde eu estava. Era uma sensação maravilhosa.
As cortinas floridas e com xale por cima apenas emoldurariam a minha visão. A coisa mais rica que eu teria seria uma cortina na cozinha, coisa que eu nunca me lembrei de ter.
Uma sala bem grande, uma sala de jantar, um banheiro, uma cozinha grande também estariam no térreo. No andar superior, quatro quartos, porque quero ter três filhos, uma sala de estudos e uma biblioteca. A biblioteca deverá ser grande para abrigar os nossos infinitos livros.
Uma escada em espiral que conecte os dois mundos. Ficaria cheia de folhas e frutinhas perto do Natal para atrair o bom velhinho.
Ambientes decorados com o que enche de alegria o meu coração. Muitos quadros com os meus bordados e um painel para os desenhos das crianças. Vasos com flores da estação em todos os lugares, baús nos quartos para guardar as lembranças de cada um, bibelôs que nos lembre de momentos felizes. Uma estante na cozinha que guarde a minha louça e panelas. Um fogão enorme que caiba um chester também grande no Natal e qualquer outra comida que eu queira fazer. Cestas com cobertores mais finos para usar na sala nos dias de inverno.
Coisas assim.
Um jardim na frente com flores que se abram em diferentes estações. Um caminho para chegar a porta da casa.
Atrás, um ambiente mágico. Mais um jardim, dessa vez com uma horta junto com plaquinhas indicando cada planta. Uma mesa com cobertura para sempre comermos quando os dias estiverem com um clima bom, a noite e de dia. Um caminho que leve a um ambiente de lazer com balanço, pufes, mesinha de centro que seja o apoio do livro do mês, além de guloseimas para encher o tempo que se estenderia pela eternidade.
Acho que esse texto está ficando um pouco extenso. Paro por aqui.
E você, como gostaria que sua casa fosse?

Comentários

  1. Olá Miss Bruna :3,
    Que saudades de visitar o seu cantinho! Como você vai?
    Adoro a forma como você escreve, consegui imaginar tudo direitinho na minha mente, adorei o fato de você querer um caminho que chegue a sua casa, eu também tenho esse desejo.

    Eu ainda não tenho uma ideia completa de como quero que seja minha casa, mas sou apaixonada por aquelas antigas que de vez em quando nos deparamos ao passar pelas ruas, aqui perto de mim tem várias assim e fico cheia de curiosidade para saber qual a decoração que ela possui por dentro. E se tem uma coisa que minha casa com certeza vai ter é um jardim, aliás, ela será cercada por florzinhas e plantinhas e se puder terá um muro de heras na frente <3

    Abraços,
    pile of roses

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, miss Bia :)
      Obrigada por elogiar a minha maneira de escrever, isso só me faz contente e com mais vontade de compartilhar no La Petite Souris os meus textos de gaveta...
      Sua casa será linda, tenho toda a certeza.
      Beijos açucarados.

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas