Redescobrindo a positividade dos anos 2000

O desfoque não estraga o fato de que O Pequeno Urso é um dos meus desenhos favoritos e que eu precisava coloca-lo aqui.
Bonjour, ça va?
O título parece meio estranho para a proposta inicial dos capítulos, não é? Afinal, não nos diz sobre fotos, natureza, reflexões, pontinhos de luz em nossa rotina... Será mesmo?
Quem foi criança nos anos 2000 levante a mão! o/ Sim, eu, com meus 19 anos, fui criança quando o Furacão 2000 estava em alta nas festinhas de aniversário da turma do colégio, quando o Gugu trazia pro palco os remanescentes grupos de pagode dos anos 90, quando a gente queria ter um celular de abrir e fechar rosa com strass e, finalmente, quando os piercings no umbigo eram o it da moda.
Parece bizarro, caro leitor com menos de 14 anos? Bem, estou contente por não ter nascido no famigerado anos 80!
Enfim, mas eu introduzi, só que de nada adiantou. O que fala o capítulo de hoje?
Sobre desenhos animados, é claro! O que eu mais fazia quando criança era assistir aos desenhos que eram transmitidos tanto em canais abertos quanto em fechados, antes de ir pra escola à tarde e depois, geralmente na tv paga. Contudo, por que falar sobre isso agora?
Porque, recentemente, eu descobri o poder transformador dos desenhos. Deixe-me explicar melhor...
Os desenhos são construídos para ajudar os pais e a escola a educarem as crianças e plantar nelas a sementinha de tudo o que há de bom no mundo. Por isso, os desenhos nos ensinam bastante a como agir dentro de nossas vidas, priorizando o amor, a bondade, a perseverança, a coragem, a solidariedade, a consciência do coletivo, a positividade... E também reforçam a não mentir, a não prejudicar o outro, a não contar vantagens, enfim, partes ruins que, infelizmente, cometemos e normatizamos normalmente.
Os desenhos são construtores de caráter e me ajudam a me melhorar sempre e sempre. São um modelo para que eu continue a ser uma boa garota, contudo, forte e corajosa, lutando para mudar as pessoas ao meu redor e para enxergar os pontinhos luminosos no meu dia a dia.
Os desenhos são terapêuticos para mim. E para você?
Comente o que acha!
Beijos açucarados.

Comentários

  1. Sempre amei os desenhos da nossa época Bruninha,mas acho que muitos desenhos de agora são pura alienação,não cumprem o propósito de ensinar algo,enfim, O pequeno urso tbm foi um dos meus desenhos preferidos.
    Beijos ^.^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, miss Jenny, concordo com seu ponto de vista. As animações de hoje em dia reforçam o estereótipo de que as crianças não tem nada na cabeça, então, sufocam-nas com piadas corporais ruins e maus comportamentos. Mas, relendo a minha resposta, eu pareci uma velhinha rabugenta escrevendo! É claro que existem desenhos bons atualmente, por isso, devemos sempre divulga-los por aí.
      Beijos açucarados.

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas